Segmentação em Marketing Digital: Entenda o que é, sua importância e como fazer

//Segmentação em Marketing Digital: Entenda o que é, sua importância e como fazer

Segmentação em Marketing Digital: Entenda o que é, sua importância e como fazer

2019-12-05T18:19:18+00:00

Em um mercado extremamente competitivo, a segmentação em marketing digital se torna a maior aliada de quem pretende expandir as vendas e conquistar mais visibilidade entre os consumidores.

Diferentemente do cenário que vivia Henry Ford, quando afirmou que “o cliente pode ter o carro da cor que quiser, contanto que seja preto”, hoje é uma obrigação para qualquer empreendedor oferecer produtos e serviços que atendam às necessidades mais particulares de cada pessoa.

E por onde você começa esse contato personalizado? Pela comunicação, é claro!

A partir do momento em que você conhece quem são seus consumidores, pode travar conversas mais objetivas e interessantes, o que leva à vendas de maior qualidade.

Como bem diria o imperador romano Júlio César, é preciso dividir para conquistar. Sendo assim, preparamos este post para explicar tudo o que você precisa saber sobre segmentação em marketing digital.

Tome uma posição confortável na cadeira e boa leitura!

O que é segmentação em marketing digital?

Nosso amigo dicionário informa que segmentar é o ato de cortar, dividir em pedaços. No marketing digital, consiste em dividir o seu público-alvo em grupos menores, que tenham maior afinidade entre si.

Assim, se você tem uma lanchonete que atende homens, mulheres e crianças, na faixa de 10 a 60 anos (público-alvo), pode segmentar esse grande grupo em porções menores, como: mulheres entre 25 e 40 anos, casadas, com filhos, que trabalham fora e precisam de lanches rápidos e saudáveis.

Como você deve imaginar, nem todas as clientes da lanchonete correspondem a esse perfil.

Certamente há o grupo de mulheres com idade entre 18 e 25 anos, estudantes, que fazem academia e gostam de happy hours; ou então aquele grupo de mulheres acima dos 40 anos, bem-sucedidas, que procuram um lugar para se reunir com amigas semanalmente.

O papel da segmentação em marketing digital é justamente identificar esses grupos menores e categorizá-los para que você possa aprofundar seus conhecimentos sobre os objetivos, desejos e necessidades de cada conjunto de pessoas.

É dessa maneira que sua empresa vai tornar a comunicação mais personalizada e acertada, aumentando as chances de criar identificação entre marca e cliente e, consequentemente, as oportunidades de vendas.

Por que fazer segmentação em marketing digital?

Pense em um grupo de amigos. Quanto mais tempo passam juntos, mais conhecem uns aos outros, certo?

À medida que o relacionamento se estreita, é possível saber quais são os problemas diários de cada um, as preferências de compra, os sonhos pessoais e profissionais.

Quando você estuda esse grupo de amigos, consegue identificar o que eles têm em comum, o que os une. Pode ser o gosto por ir ao cinema, a afinidade com determinadas matérias da faculdade, o simples fato de terem crescido no mesmo bairro ou tudo isso ao mesmo tempo.

A segmentação em marketing digital é o que traz essa percepção para a sua empresa. Com base em pesquisas qualitativas e quantitativas, sua equipe de marketing é capaz de conhecer melhor cada grupo de consumidores e com isso aumentar a eficácia das ações de atração, conversão e fidelização de clientes.

Segmentar seu público-alvo em grupos menores também permite explorar melhor as oportunidades de mercado, identificando necessidades específicas de cada grupo. É o caso, por exemplo, de um shopping que decide implementar uma área Kids, para que as crianças brinquem enquanto os pais fazem compras.

Também é possível, a partir da segmentação em marketing digital, desenvolver uma abordagem de vendas mais acertada, contornando as objeções que são comuns a cada grupo de consumidores. Dissolvendo os argumentos negativos de cada consumidor, o vendedor fica mais próximo do fechamento da venda.

Por fim, fazer a segmentação em marketing digital também contribui para que você reduza o tempo de conversão de um novo cliente, afinal, a conversa com ele se torna mais direta, vai ao ponto central do problema que ele está passando.

Seguindo com essa abordagem assertiva ao longo de todo o lifetime value do seu cliente, a fidelização é apenas uma questão de tempo e dedicação.

Quais são os tipos de segmentação em marketing digital?

Se você analisar cada consumidor individualmente, poderá criar uma lista de atributos particulares para cada um. Comparando um grupo de 50 consumidores e suas características individuais, será capaz de verificar o que eles têm em comum.

Pode ser a idade, a localização geográfica, a preferência por determinada marca, os anos de estudo, entre outros vários quesitos. É por isso que existem diversos tipos de segmentação, como você confere a seguir:

Segmentação demográfica

É o tipo de segmentação em marketing digital mais básico que existe. Leva em consideração dados como:

  • faixa etária;
  • sexo;
  • poder aquisitivo;
  • localização geográfica;
  • estado civil;
  • nacionalidade;
  • religião;
  • entre outros.

Ao segmentar demograficamente um determinado público, você tem grandes grupos com características semelhantes, o que ainda não é o ideal para travar uma conversa personalizada, afinal, você não consegue identificar, com detalhes, o comportamento dessas pessoas.

Segmentação socioeconômica

Nesse tipo de segmentação em marketing digital, você identifica dados complementares à segmentação demográfica e melhora sua capacidade de compreensão sobre o público que pretende atingir.

São levantados dados como:

  • escolaridade;
  • profissão;
  • renda;
  • classe social;
  • posse de bens;
  • entre outros.

Segmentação geográfica

Apesar de a localização de moradia do consumidor figurar na segmentação demográfica, também podemos fazer apenas uma segmentação geográfica, buscando compreender as características da população de uma determinada localidade.

É o caso, por exemplo, de uma loja de roupas de inverno. Será que ela seria bem-sucedida abrindo filiais no Nordeste brasileiro?

Segmentação psicográfica

A segmentação psicográfica vai mais a fundo no conhecimento sobre o consumidor e busca identificar características mais subjetivas, como personalidade, estilo de vida e classe social.

Segmentação comportamental

Temos também a segmentação comportamental, uma das maiores aliadas no marketing digital. Isso porque atualmente temos diversas ferramentas que permitem monitorar e analisar o comportamento dos internautas.

Esse tipo de segmentação serve para que você ofereça produtos, serviços e também uma comunicação personalizada, alinhada com as atitudes que o consumidor vem tomando.

Assim, se um e-commerce sabe que um consumidor vem buscando tênis para corrida, pode se utilizar dessa informação para realizar promoções direcionadas, enviar e-mail marketing personalizado e até investir em ações pontuais para converter a venda.

Como fazer uma boa segmentação para o seu negócio?

Agora que toda a teoria já foi absorvida, que tal partirmos para a parte prática da nossa conversa? A seguir, você confere alguns passos essenciais para fazer uma boa segmentação em marketing digital:

Defina seu objetivo

O primeiro passo para fazer a segmentação em marketing digital é definir o objetivo da empresa com essa segmentação. Você quer vender um produto? Ou oferecer um novo serviço?

Tenha em mente aquilo que é mais importante para você neste momento. Nem sempre a venda é o objetivo de uma segmentação. Pode ser que você queira aumentar a consciência de marca junto aos consumidores, o que requer ações personalizadas para cada grupo de internautas.

Identifique os recursos necessários

O que você precisa para fazer a segmentação de mercado? Que tipo de segmentação será feita? É preciso contratar pessoas ou ferramentas? Este é o momento de definir tudo aquilo que vai garantir uma segmentação de público perfeita, sem margem para erros.

Colete os dados

Os dados devem ser coletados de diversas fontes, desde que estas sejam confiáveis.

Para dados demográficos, socioeconômicos e geográficos, você pode procurar por pesquisas elaboradas pelo IBGE e FGV, por exemplo. Mas também pode conduzir suas próprias pesquisas, visando obter mais detalhes sobre o público que pretende atingir.

As pesquisas para segmentação psicográfica e comportamental devem ser feitas por você mesmo ou um parceiro de confiança, visando sempre reunir o máximo de informações possível sobre o público analisado.

Ferramentas on-line são imprescindíveis nesse momento: Google Analytics e similares trazem muitos dados sobre como os internautas estão se comportando.

Selecione um método e crie um modelo

De posse dos dados, é necessário selecionar um método de segmentação, de acordo com as suas necessidades. Retome os tipos de segmentação em marketing digital que mencionamos anteriormente e verifique qual deles é mais adequado ao seu objetivo.

Ter um modelo ou template para facilitar a segmentação de dados é recomendável, assim você ganha tempo e também padroniza o formato para que outras pessoas façam uso das pesquisas.

Combine os dados

O passo seguinte é combinar os dados de forma a identificar características semelhantes que definam os grupos. Refinar pesquisas que não estejam muito claras ou entrar em detalhes que não foram explorados antes, vai ajudar na próxima etapa.

Defina suas personas

Depois de realizada a segmentação em marketing digital, você pode criar suas personas, isto é, personagens únicos que representem cada grupo identificado. As personas servirão de base para que todos conheçam os segmentos de consumidores e personalizem as estratégias segundo esse perfil “único”.

Monitore as mudanças

O comportamento dos consumidores vem mudando rapidamente nos últimos anos, por isso, sua segmentação em marketing digital não pode ficar parada.

Programe-se para reavaliar suas personas e fazer novas pesquisas de mercado a cada 6 meses, a fim de garantir que suas estratégias estejam alinhadas ao público que você deseja conquistar.

O acompanhamento dos seus KPIs de marketing digital é um excelente ponto de partida para identificar mudanças comportamentais e também tendências de consumo.

Conteúdo produzido por: Blog Hubify

× Contrate-nos, Seu Marketing Perfeito!